sexta-feira , 28 abril 2017
Últimas Notícias
Capa » Saúde » Ministério da Saúde registra 1.489 casos de bebês com microcefalia

Ministério da Saúde registra 1.489 casos de bebês com microcefalia

Casos de microcefalia em bebês continuam crescendo no país (Foto: Sumaia Villela/ Agência Brasil)

Casos de microcefalia em bebês continuam crescendo no país (Foto: Sumaia Villela/ Agência Brasil)

Em boletim divulgado nesta quarta-feira (1º), o Ministério da Saúde ampliou para 1.489 bebês o número de bebês nascidos com microcefalia e outras alterações no sistema nervoso causadas por infecções. Em apenas uma semana, foram confirmados mais 55 casos, uma vez que, na semana passada, havia um total de 1.434 registros comprovados. Os dados tomam por base o período entre outubro do ano passado e 28 de maio deste ano.

Com 249 casos confirmados, a Bahia ocupa o segundo lugar no ranking nacional da microcefalia em bebês. Pernambuco se mantém no topo com um total de 358 registros. A região Nordeste lidera as estatísticas com 1.319 ocorrências.

Mesmo sem comprovação científica, o vírus zika é apontado pelo Ministério da Saúde como agente causador das malformações. Do total de 1.489 casos confirmados, somente em 223 pacientes foi verificada, mediante exames laboratoriais, a relação entre a microcefalia e a zika, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti.

Além da zika, outras doenças infecciosas podem desencadear a microcefalia em fetos: sífilis, toxoplasmose, rubéola, citomegalovírus e herpes viral.

De outubro de 2015 até o final de maio, foram notificados 7.723 casos suspeitos, dos quais 3.072 foram descartados. Os outros 3.162 permanecem em investigação. Os 1.489 casos confirmados em todo o país estão distribuídos por 539 municípios e em 25 estados.

Bahia.Ba

* NÃO SERÃO AUTORIZADOS COMENTÁRIOS COM PALAVRAS DE TEOR OFENSIVO COMO XINGAMENTOS, PALAVRÕES E OFENSAS PESSOAIS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Banner-Ondas (1)