Kátia Vargas é absolvida pela morte dos irmãos Emanuel e Emanuele

0
22
Defesa havia chegado a pedir pela condenação por homicídio culposo. Foto: Reprodução

A médica Kátia Vargas foi absolvida pelo júri popular sobre o caso da morte dos irmão Emanuel e Emanuele, em 11 de outubro de 2013. O julgamento, um dos mais esperados nos últimos anos, durou dois dias e começou às 9h35 desta terça-feira (5).

O júri, composto por cinco mulheres e dois homens, chegou ao veredito depois de ouvir o depoimentos de cinco testemunhas de acusação e cinco testemunhas de defesa, além do interrogatório da própria ré e das sustentações orais feitas por advogados e promotores.

Às 18h10 desta quarta-feira (6), a juíza Gelzi A. Souza questionou as cinco mulheres e dois homens que compõem o júri se eles sentiam-se preparados para dar o veredito. Os jurados assentiram e começaram a ser encaminhados à Sala Secreta, onde responderam “sim” ou “não” às perguntas já previamente escolhidas pelo Ministério Público e pela defesa de Kátia Vargas.

Foram quatro votos a três pela abolvição da médica. A própria defesa de Kátia Vargas chegou a pedir pela condenação por homicídio culposo. Luciano Assis, promotor do Ministério Público, disse que vai pedir pela anulação do júri. “Decisão manifestamente contrária às provas”, disse Assis à RecordTV Itapoan

A decisão foi proferida em plenário pela magistrada.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui